quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Tróia-Sagres 2012


Tudo começou em 1990, quando um Senhor de seu nome António Malvar, decidiu criar um teste anual quando fez 40 anos para contrariar a sensação de velho que as suas filhas o faziam sentir.
Passados 22 anos,já são muitos os que fazem do Troia-Sagres o seu próprio desafio sendo eles novos ou "velhos".

Já tinha ouvido falar desta travessia ao longo dos tempos,principalmente quando comecei a dar um pouco de mais atenção a esta modalidade, mas nunca estive para ai virado....
Este ano houve a conversa com o pessoal dos FVF Bike Team (que já tinham feito o ano passado) e a ideia começou a ganhar asas.
Para não variar muito,o companheiro de sempre nestas maluqueiras ( começou com as primeiras Maratonas e eu ir para o Hospital,passando por umas 24h em equipa de 2) disse logo para ir-mos.
O meu problema não era o Nuno Gaio,ele que sempre esteve melhor preparado que eu...era mais o que lia pela net.
Se o gráfico parecia algo simples,com apenas 1200m de acumulado, os 200km era um desafio pois nunca tinha passado dos 120km.
Mas o pessoal dizia: "isto faz-se,na boa..:" e eu lia na net: "foi metade do percurso a penar"...mau,em que ficamos?
Certo é que metemos na cabeça que iríamos,mesmo com os Alertas Amarelos para esses dias, e nada nos fazia recuar, nem mesmo os amigos que na sexta feira num jantar e com uma garrafa de whisky fazia nos diziam para esquecer a ideia.

5h da manhã, tomar um pequeno almoço reforçado (ou tentar),preparar as ultimas coisas para arrancar de encontro com o grupo dos FVF.
Como as palavras de incentivo por parte de amigos e primo do dia anterior não era suficiente nada como estarem estes mesmo meninos à porta de casa para voltar a perguntar: "nuno,queres mesmo ir?ainda estás a tempo...."

Tróia,o Ponto de Encontro

Eram 8h e já estávamos em Tróia, mesmo com alguns atrasos.
Nos 15km que separam o cruzamento da Comporta e Tróia,só se via pelotões de ciclistas com as suas luzinhas a piscar...e o formigueiro na barriga começava a chegar.
Tudo preparado e toca a arrancar.
Sempre expectante com o que iria acontecer, comecei a achar que o ritmo inicial era algo elevado para 200km. Ok que a primeira metade do percurso era quase plano e muito rolante,mas rodar constantemente acima dos 30km/h não me dava boas ideias para o restante percurso.
Quando demos por isso,ia o Adriano,o Lutas e o Nuno a puxar por um grupo de 100 ciclistas que estavam "á mama" e a rodar sempre a 35/40 km/h.....
Até Sines foi um tiro,mais precisamente 2h15 para fazer os 70km até à Central, local onde estavam á nossa espera para abastecer e comer qualquer coisa.
Apesar de achar que o ritmo estava alto,o espírito era de aventura e conseguia-se desfrutar de cada km percorrido.O ambiente era fenomenal ao longo da estrada,ciclistas de todos os gostos e com todo o tipo de bikes... incrível o espírito em que se tornou este pequeno desafio.

A 2ª parte voltou a ser rolante,com o ritmo a baixar um pouco para precaver o que iríamos apanhar mais á frente,com as subidas de S. Teotónio.
Aqui sim,começou o grande desafio...o psicológico principalmente.
Se fisicamente começamos a ir abaixo,com 130km nas pernas dos quais 70 foram feitos em alto ritmo para ti, o psicológico não ajuda nada se nos formos abaixo.
Começam as primeiras subidas e o grupo parte-se ficando eu e o Alexandre para trás, tentando fazer a subida ao nosso ritmo.
O Nuno Gaio,apesar de se estar a sentir bem acabou por fazer de Cruz Vermelha e aguardar por nós de modo a facilitar depois os restantes km´s, que o vento começa a fazer-se sentir de sul.
Até ao km 150,onde tínhamos programado outra paragem, foi sempre em grupo de 4 pois já se tinha juntado a nós o Nuno dos FVF para ver se o barco ia a bom porto.
Nestes km´s, o psicológico não parou de trabalhar e já se pensava em desistir....faltavam ainda alguns km´s e não iria aguentar o ritmo deles tirando o facto de o corpo começar a rejeitar os Geis e Barras que levava...o estômago pedia comida sólida,uma boa feijoada se fosse preciso mas algo mais consistente.


150km estavam feitos, mas a cabeça pendia para desistir...faltavam "apenas 50km" mas parecia tanto aquelas horas do dia.
Pensava: "vou desistir para não os atrapalhar,não consigo seguir o seu ritmo.Para fazer mais 50km tenho que ir mais devagar",mas como bom teimoso e inconsciente das coisas "...mas,vais desistir sem que sejas obrigado ou caias para o lado de modo a ir parar ao Hospital?Epah,vou continuar,nem que apanhe boleia depois com um ciclista mais lento".
Spray para as pernas (não sei o que era mas ajudou),comida uma sande,bidons cheios,bolsos com comida e lá vamos nós de novo.

Pela frente ainda tínhamos 50km´s e uma subida longa, de 7km segundo diziam apesar de ter uma inclinação menos do que a de S. Teotónio.
Por incrível que possa parecer,apesar de se ter baixado o ritmo, os últimos km´s foram feitos com um mais ávontade que os anteriores começando a surgir uma pequena esperança no final do nevoeiro que ainda se apanhou no alto da Serra.
A pouco e pouco os km´s foram percorridos e comecei a avistar o mar...era bom sinal,não faltava tudo até que finalmente se vira para Sagres onde o placa dizia: "Sagres 8".
Estava quase,pois a partir dali era sempre a direito e já não se precisava de grandes forças para continuar (a não ser que tivesse vento de frente).

Finalmente Sagres

Cá estava, poucos minutos depois, a tão desejada placa: "I love Sagres".
O objectivo foi cumprido, foram feitos 200km´s em 7h20 de andamento (8h04 no total).

Ao longo dos 200km´s deu para conhecer pessoas novas,para nos conhecermos melhor e para se deslumbrar com as vistas que a nossa costa Vicentina nos permite.
Vi ciclistas a fazer todo o percurso sozinhos,com todo o tipo de bikes, objectivos diferentes de cada um mas que em todos algo era igual: Chegar a Sagres,passar um dia em convívio e atingir os objectivos pessoais.

Só temos a agradecer a estes 2 Senhores por á 22 anos terem criado um desafio pessoal que ao longo dos anos tem vindo a crescer e a tornar-se o desafio de muitos.
António e Berta partiram de Tróia por volta das 5h chegando a Sagres ainda de dia....




Quanto a mim,espero para o ano estar de novo presente...
Um agradecimento especial ao Filipe Jesus,condutor e acompanhante ao longo dos 600km´s percorridos e das 16h fora de casa.Sem ele nada disto seria possível....

sábado, 3 de novembro de 2012

Ponto da Situação...

Depois das 24h de Coruche, muitos foram os que fizeram umas "férias" do Ciclismo e o blog não foi excepção.
Mas agora,volta ao activo com um resumo do que se passou desde então.

16 de Setembro

Depois das boas prestações dos atletas nas 24h de Coruche, veio a reportagem na revista Biking Aventura feita pelo amigo Rui Cigarro.

14 de Outubro


A V Maratona de Porto Covo teve a grande vitória de Paulo Roseta com uma simpática média de 27,1km/h.
Ao km 5 ataca e realizou a restante prova sozinho para terminar com mais de 3min sobre o 2º Classificado.
Reportagem da prova em BTT-TV

21 de Outubro



Monte Trigo teve a participação de 2 atletas, Carlos Lã-Branca e Paulo Roseta para os 80km.

Carlos lã-branca- 79ºLugar,5h19
Paulo Roseta- 6ºLugar,3h12

28 de Outubro

Depois de 80km em Monte Trigo,que foram 40km para o Carlos Lã-Branca?

Carlos Lã-Branca-66ºLugar,2h33

1 de Novembro

No feriado foi dia de pedalar pelas bandas de Arraiolos.
Mais um evento com participação de Carlos Lã-Branca- RidersTT


domingo, 8 de julho de 2012

24H BTT Coruche

24 Horas Concluídas com Sucesso


No passado dia 30 de Junho decorreu mais uma edição das 24H BTT Coruche.
Devido às datas, o ano passado não participamos mas este ano tivemos em destaque com uma das equipas a fazer 3ºLugar...mas já lá vamos.

Este ano foram 14 os corajosos que enfrentaram mais umas 24h de Puro BTT mas de grande esforço, compostas em 3 equipas, 2 de 6 elementos e 1 dupla.
A organização preparou-nos um circuito de 10km com 200m de acumulado, contendo um misto de zonas.
Durante os primeiros km, o percurso era bastante exigente fisicamente e tecnicamente com algumas zonas de trilhos (XCO) a provocar as primeiras dores de cabeça.
Jorge Carvalho foi o primeiro azarado do dia com uma queda logo na volta de reconhecimento, magoando-se no pulso.


RidersTT-Equipa 1(6 elementos):

Henrique Gaio
Luis Beltrão


Rui Cigarro

Filipe Iria

Marco Meira

Duarte Cacilhas

A Equipa 1 era a que tinha maiores aspirações aos primeiros lugares da classe.
Desta vez os amigos Luis Beltrão,Marco Meira e Rui Cigarro vieram dar-nos uma ajuda nesta aventura tendo ficado fãs desta modalidade (24h).
Apesar de os atletas estarem bem fisicamente, estes optaram por realizar a mesma estratégia que nos anos anteriores, cada atleta realizava 2 voltas (3 no máximo) e trocavam tentando assim ter a maior rentabilidade das suas forças.
A prova realizou-se sempre a ritmo alto, fazendo voltas rápidas entre eles o que dava para estarem a lutar pelo Top3 da classificação.
Devido à empresa de tempos,que não actualizava os resultados, foi difícil controlar a classificação durante todo o dia/noite, conseguindo já durante as primeiras horas da manha perceber que estávamos a apenas 8min. dos 2º Classificados.
Assim, a equipa realizou um esforço enorme (apesar das já muitas horas de corrida) tentando anular essa desvantagem para a Equipa Repsol o que no fim acabou por não se verificar por apenas 1.40min.

A Equipa RidersTT subiu no final ao Pódio com o 3ºLugar em Equipa de 6 Masculino.


RidersTT- Equipa 2 (6 elementos)

Rafael Lutas (FVF Bike Team)

Patrick Pinto

Filipe Jesus
 Jorge Carvalho


David Cacilhas

Pedro Santos

A equipa 2 dos RidersTT tinha uma tarefa difícil pela frente,pois existiam alguns membros da mesma que nunca tinham estado presentes numa prova desta duração nem nunca tinham andado de noite.
Com os objectivos a serem diferentes dos da primeira equipa, estes estavam lá para dar o seu melhor e isso ficou visto na sua classificação final.
A equipa 2 optou pela mesma estratégia das 2 voltas por atleta conseguindo assim dar o seu melhor em cada turno.
No final, o 18º Lugar da Classe era o espelho do esforço dos atletas.

RidersTT- Equipa 3 (Dupla)

Nuno Gaio e Nuno Carvalho

Este ano tivemos uma equipa dupla.
Eram 24h a dividir por 2, muito tempo para se fartarem de andar de bike, sendo os seus objectivos inciais de 30 voltas.
Esta dupla realizou uma prova consistente, de turnos de 4h de modo a conseguirem recuperar do esforço.
A parte mais difícil foi os turnos nocturnos, onde o cansaço já se fazia sentir e com a pouca iluminação que dispunham era fácil cometer erros nas zonas mais técnicas.
No final os objectivos foram superados tendo a equipa feito 34 voltas ao percurso num total de 23h.


Com estes resultados, a equipa RidersTT foi assim recebida na Aldeia do Ciborro:
video
Desfile dos BV Montemor-o-Novo durante as festas do Valenças Sport Clube


No geral as equipas RidersTT estão de Parabéns, pelo convívio ou resultados finais.
Para o ano há mais.....

terça-feira, 19 de junho de 2012

5ª e Ultima Etapa TBE-Évora



O Alto de S.Bento, Em Évora, foi o palco escolhido para a ultima etapa do TBE 2012.

Com um dia de bastante calor, a organização presenteou-nos com um circuito de Puro XCO nas encontas (e pista de DownHill) do Alto de S.Bento.
O circuito era duro,exigindo bastante fisicamente e tecnicamente, favorecendo os atletas mais audazes.
O terreno era bastante escorregadiu e com muita zona de pedra, o que dificultava ainda mais as 2h de prova dando origem a alguns sustos aos RidersTT.

Os Atletas RidersTT tiveram sortes diferentes nesta prova final.
Nuno Carvalho,apesar de não se encontrar bem fisicamente, conseguiu colocar o seu ritmo e com isso ultrapassar os seus adversários directos em que se encontrava empatado na classificação,acabando em 36º da Geral e 14º da Geral.

Henrique Gaio tinha em desputa o 5ºLugar do Troféu, mas num dia menos bom não se sentiu bem fisicamente e foi obrigado a abrandar finalizando em 32º da Geral e 13º da Geral.


Parabéns aos RidersTT pelo TOP10 conseguido neste TBE´12.


LugarDorsalNomeEquipaProViaCorMacArrEvoTotal
405Rui Alexandre Montoito CasquinhaOs Pedaleiras A.C.Évora30130100100110110580
400Paulo Fernando Vieira Rosadoteam evonutrition/ciclotrilhos/ER Gab. estéti301001101107595520
403Jorge Miguel Acácio GalãoOs Pedaleiras A.C.Évora3090859010085480
402Alvaro Pereira EstevãoOs Pedaleiras A.C.Évora30110909555100480
404Nuno Alexandre Silveira PimpãoOs Pedaleiras A.C.Évora307564758570399
406henrique gaioRidersTT/CCRCiborro306370809062395
426José MaiaBTT AJAL7080855690381
401José Henrique Sardinha MarreirosOs Pedaleiras A.C.Évora306059648064357
408Francisco BarretoOSPARA&BEBES - BTT Casa Povo de N. Srª de Mac306258706363346
10º413Nuno Filipe Marques de CarvalhoRidersTT/CCRCiborro305455606261322
11º417Sérgio CaraLindaBTT AJAL305750616160319
12º420João Vasco CoelhoIndividual305253565954304
13º414José DiasOSPARA&BEBES - BTT Casa Povo de N. Srª de Mac304751535758296
14º412Josué Manuel Caeiro PadeiroOSPARA&BEBES - BTT Casa Povo de N. Srª de Mac304848545855293
15º418Mário TanganhoBTT AJAL3058556065268
16º432Bruno Miguel RosaBTT Loulé/BPI130130260
17º421Pedro VenturaJDM/ASTRALPOOL/GESTIFLORA59616570255
18º430Nelson GarciaRocky Mountain Sponsor Nutrition859575255
19º410Pedro BatistaBTT Igrejinha3049565859252
20º423André filipe MendesIndividual61576364245
21º415Luis Carlos Vital LameiraBTT AJAL30806556231
22º434Tiago LavadelasBTTAssumar/Muachos95130225
23º429Luis PratesOs Pedaleiras A.C.Évora50545954217
24º428Nuno NobreIndividual46525257207
25º409henrique manuel gomes lourinhoAtlético SC Fit Club Ginasio Reg. Monsaraz30555353191
26º427luis filipe pereira madeiraIndividual516062173
27º411Marcelo Miguel Safara PintoAtlético SC Fit Club Ginasio Reg. Monsaraz306563158
28º416Francisco Gafanizteam evonutrition/ciclotrilhos/ER Gab. estéti307551156
29º440Davide MarquesBTT AJAL130130
30º422Jorge LetrasCCLA Cycling Team9595
31º439Luis MartinsBTT AJAL8080
32º437Filipe Manuel Batista RosasS.U Sintrense6565
33º431Fábio RosadoIndividual6464
34º433Nuno FitasAtlético SC Fit Club Ginasio Reg. Monsaraz6262
35º436Luis filipe martins nunes silva e silvaIndividual5757
36º407Márcio SilvaBTTORRE5656
37º425Bruno GriloBTTORRE5353
38º435Hugo MarcãoAtlético SC Fit Club Ginasio Reg. Monsaraz4949
39º424Luís SilveiroBTT AJAL4545
40º419Pedro Miguel Pereira PiteiraOs Pedaleiras A.C.Évora3030

quarta-feira, 13 de junho de 2012

4ªEtapa TBE-Arraiolos


Eis a novidade deste TBE 2012.
Em Arraiolos decorreu a 5ªEtapa do TBE sendo esta a prova novidade deste troféu onde mais de metade da prova decorreu durante noite.
Sendo grande parte do percurso a decorrer no interior da Cidade de Arraiolos,as dificuldades resumiam-se a 2 grandes subidas.....sendo uma delas a do Castelo.
Apesar de o circuito ser bastante rápido, as subidas davam cabo das pernas volta após volta.

Henrique Gaio conseguiu mais uma excelente prova, acabando em 10º da geral e assim subindo para o 5ºLugar da Classe.
Enquanto Nuno Carvalho,44º da Geral subindo assim para 10º da classe.


A próxima e ultima prova decorre já no Domingo em Évora

segunda-feira, 4 de junho de 2012

Rescaldo 4ªMaratona "Cidade de Montemor-o-Novo"



Mais uma maratona e desta vez com muitos RidersTT presentes.
Fica aqui o rescaldo feito pelo Jorge Carvalho:

"Mais uma prova desde vez realizada na cidade de Montemor-o-Novo com a equipa dos RidersTT bem representada.
As expectativas para esta meia-maratona eram grandes dado que o percurso tinha cerca de 500 metros de acumulado.
O meu objectivo para estar prova seria tentar ficar no top20 e para tal, teria que impor um ritmo forte logo no início da prova. Assim foi…
A primeira parte do percurso tinha algum “sobe e desce” mas nada de grande dificuldade, deu para “aquecer os motores”. Sensivelmente ao Km 20 tentei ir na roda do colega Joaquim Monteiro (Barbo Racing) durante algum tempo, mas o ritmo era elevado e tive que gerir melhor o meu esforço.
Durante algum tempo fui sempre sozinho, e nos últimos km´s tentei apertar um pouco mais. Um pouco antes de chegar a Montemor ainda consegui alcançar o Joaquim Monteiro, ultrapassando-o no trilho a seguir á ecopista. Na primeira e última subida de respeito que existia na prova (subida para o Castelo) mesmo com o apoio do Henrique Gaio, Filipe Jesus e Pedro Bento, não consegui manter o ritmo que levava desde o início da subida e fui ultrapassado novamente pelo Joaquim. As pernas já pesavam…
Em suma, Fiquei muito contente com a minha prestação e só me resta desejar as melhoras ao acidentado Filipe “Birras” Iria.

Vemo-nos no 24H em Coruche J
Até lá,
Jorge Carvalho"


Resultados :

Meia Maratona
7º-Paulo Roseta-1h31
18º-Jorge Carvalho-1h38
35º-Duarte Cacilhas-1h44

36º-Filipe Iria-1h44

84º-Filipe Alexandre-1h59

105º-Patrick Pinto-2h07

136º-Carlos Lã-Branca-2h21

Maratona
30º-Nuno Gaio-4h7


Devido a problemas na sua bike,Pedro Bento não esteve presente.
Filipe Jesus sentiu-se mal e foi obrigado a obtar pela desistência.
Filipe Iria teve uma grave queda, desejamos-lhe as melhoras.